Os dois luthiers

Os dois luthiers 2018-08-27T17:05:57+00:00

Giorgio Benedettini e Rodrigo Gil

Mais do que uma parceria, a 2Luthiers é fruto da amizade e sintonia profissional entre os designers e luthiers Giorgio Benedettini e Rodrigo Gil. O que antes era somente uma ideia, em 2017, a proposta de abrir a próprio ateliê começou a ganhar forma. Os dois se conheceram na Beluthier, fundada por Fernando Bernardo.

GIORGIO BENEDETTINI

Designer de Produto por formação, luthier por vocação. É dessa forma que o carioca Giorgio Benedettini gosta de se definir. Graduado em Design de Produto pela PUC-Rio, foi na luteria que encontrou a sua verdadeira paixão. Conforme ele conta, seu primeiro contato com a lutheria aconteceu quando era ainda bem jovem. “No início dos anos 90, quando eu tinha meus 15, 16 anos, precisei levar minha guitarra para regular em um luthier. Foi lá que me dei conta de que a luteria existia e que, inclusive, era uma profissão”.

Mas foi só em 1994, nos corredores da faculdade, que surgiu a oportunidade de aprender o ofício. “Um colega de turma me falou sobre um curso de construção de instrumento musical na Tijuca e perguntou se eu não queria acompanhá-lo para conhecer. Topei na hora”, lembra. As aulas eram ministradas pelo luthier Fernando Bernardo em seu apartamento e Giorgio construiu o seu primeiro violão de cordas de nylon.

Após o término da faculdade, Giorgio seguiu a carreira de designer até que, em 2011, passa a atuar na Beluthier, inicialmente como aprendiz e depois como profissional até 2017. Durante esse período, ele trabalhou, primeiramente, na prestação de serviço e, mais tarde, como professor de construção de instrumentos.

Atualmente, ele é, junto com o Rodrigo Gil, fundador da 2Luthiers, desenvolvendo instrumentos de alto padrão e atuando como professor e luthier.

RODRIGO GIL

Graduando em Design de Produto pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), e Luthier profissional desde 2011, Rodrigo Gil estuda e desenvolve alguns dos modelos de instrumentos da 2LGuitars. Transita facilmente entre o digital e analógico, desenvolvendo os modelos utilizando recursos digitais (como a modelagem 3D) e sua respectiva construção com técnicas tradicionais e modernas de luteria.

Assim como Giorgio, a música também foi o caminho que levou Gil precocemente à luteria. Aos 12 anos, ele iniciou seus estudos no violão e, aos 14, ganhou sua primeira guitarra. Em 2009, ao notar que o seu instrumento precisava de regulagem, o levou a um luthier no Centro do Rio. Como resultado, percebeu que nada havia mudado. Sendo assim, começou a pesquisar sobre regulagem e, por conta própria, resolveu ajustar a sua guitarra, o que, para a sua surpresa, a deixou ainda pior.

Gil, depois de algum tempo de pesquisa, foi a Beluthier para tentar recuperar seu instrumento. Ali ele acabou conhecendo um pouco mais do universo da luteria. “A movimentação das aulas foi o que mais me chamou atenção quando eu entrei no ateliê. Até aquele momento, nunca tinha tido contato com a profissão de maneira tão direta. Assim que deixei minha guitarra lá, lembro de ter conversado com minha mãe, que sempre merece um agradecimento especial, sobre começar as aulas. Pouco tempo depois, com 16 anos, eu já estava tendo aulas de luteria com Fernando Bernardo”, conta Gil.

Após a conclusão do curso, ele continuou os estudos de luteria, construindo em seis meses a sua primeira guitarra. Em 2011, Gil foi aprovado no curso de Design de Produto da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e, desde então, busca conciliar os recursos da luteria com os modernos conceitos do design. O primeiro fruto dessa convergência pode ser visto no modelo Sweet Heart (foto), guitarra de sua autoria.

Hoje à frente da 2Luthiers junto com Giorgio, Gil desenvolve várias atividades: cria e desenvolve novos modelos da linha 2LGuitars dá aulas de construção de instrumentos e realiza atendimento às diferentes demandas da luteria.